Encontrar sua vaga
 

Dicas

 
 

Avalie suas habilidades

Por Juliana Ricci

O que o faz diferente dos outros? Você já parou para pensar que aos olhos dos selecionadores, os candidatos são como produtos de uma mesma categoria, mas de marcas diferentes, empilhados em prateleiras de supermercado, esperando para serem comprados? Não que você seja um objeto, mas é uma unidade em meio a várias parecidas, e ele precisa escolher a melhor.

O segredo está exatamente na palavra "parecidas". Apesar da infinidade de marcas, apenas uma será a ideal para ele levar para a empresa. E a melhor das notícias é que se você se conhecer bem como produto - considere aí, além da qualidade interna, a embalagem e o efeito provocado nas pessoas -, poderá convencer o selecionador de que é a melhor opção. Como? Descobrindo e avaliando suas habilidades.

Veja o exemplo de Paula, gerente de marketing de uma empresa de cosméticos que após 3 anos de trabalho, foi demitida. Pensando sobre como encontrar uma maneira de ser atraente para o mercado de trabalho, ela imaginou qual seria a sensação dos selecionadores e gerentes diante da montanha de currículos que recebem diariamente. "Como será que eles fazem suas escolhas? Quem eles procuram? O que eu faço para que meu produto se destaque?", pensou a profissional.

Embalagem

A sua imagem, assim como a do seu currículo, são o ponto de partida. Quando desenvolvem produtos, as empresas procuram cuidar de sua aparência, e mais ainda de sua embalagem, porque sabem que quanto mais práticas e bonitas elas forem, mais saltarão aos olhos do consumidor. O mesmo vale para nós em relação ao mercado de trabalho. Causar uma impressão agradável na outra pessoa, seja por meio de um currículo bem formatado e escrito, seja por meio de uma aparência discreta, é sinal de profissionalismo. Aposte nisso!


Conteúdo

As suas habilidades - o conteúdo da embalagem - são a parte mais importante desse processo. Elas fazem de você um ser único, e se bem exploradas, auxiliam no desenvolvimento profissional. As habilidades dividem-se em:

Habilidades baseadas no conhecimento: referem-se à experiência e à educação adquiridas

Habilidades "portáteis": aquelas que você carrega consigo, esteja onde estiver

Habilidades pessoais: características que fazem de você o que você é
Pensando nisso, Paula resolveu relacionar suas habilidades, numa espécie de treino de auto-conhecimento. Veja o resultado:

Experiência prévia (conhecimento)

Conhecimentos de Marketing

Capacidade de comunicação

Gerência de Vendas

Relação com a imprensa

Marketing na Internet

Desenvolvimento de produto

Conhecimento de informática
Habilidades Portáteis


Foco no cliente

Comunicação

Boa redação

Organizada

Habilidade de coordenação

Líder de equipe

Solução de problemas

Gerência de projetos

Habilidade com orçamentos e números

Administração do Tempo
Habilidades Pessoais


Pró-ativa

Independente

Amigável

Aprendizado rápido

Justa

Boas atitudes

Criativa

Analítica

Flexível

Bem-humorada
Ao final, Paula espantou-se com a facilidade com que a lista foi elaborada. Geralmente, temos dificuldade em nos definir, mas dividindo as habilidades, a tarefa fica muito mais fácil. Tentar olhar tudo de uma só vez é complicado. Já colocar as palavras no papel, analisando os aspectos separadamente, facilita a definição das vantagens do "produto". Agora, Paula poderá usar a lista para elaborar seu currículo, apontar seus pontos fortes durante a entrevista, e também para avaliar o que pode melhorar, como se comporta no trabalho e o que tem de melhor a oferecer.

As habilidades são a base da estratégia que o profissional pode usar para conseguir um novo emprego. Elas são seu grande trunfo, e também o que mais interessa aos selecionadores. Por isso, aproveite você também para se conhecer e tirar bom proveito disso!